Ummagumma Classic Rock: o festival que uniu trespontanos, visitantes e histórias em dois dias de rock

Ummagumma Classic Rock: o festival que uniu trespontanos, visitantes e histórias em dois dias de rock

No último final de semana aconteceu o Ummagumma Classic Rock Festival, um encontro de que fez trespontanos e visitantes se unirem para apreciar o bom e velho rock’n roll. Os visitantes lotaram os hotéis da cidade para ver os melhores covers do Brasil se apresentarem em dois dias de evento, além de conhecer diversas bandas e músicos que produzem diversos trabalhos autorais.

O evento, que aconteceu graças ao apoio da CEMIG e do Governo do Estado de Minas Gerais, foi tranquilo nos dois dias. Muitas pessoas estavam curiosas para ver a estrutura que encontrariam no Espaço Verdes Eventos, e surpreendeu a todos. Além dos dois palcos opostos (um no estacionamento e outro próximo a piscina), a organização também caprichou na estrutura de som, iluminação, banheiros químicos e segurança. Tudo cuidadosamente pensado para que o público curtisse o evento sem se preocupar.

No público era possível ver famílias inteiras, com filhos crescidos ou crianças que ainda estavam no colo. Também notavam-se pessoas de idade mais avançada, mas com toda animação para ver o Beatles ou o Pink Floyd e relembrar épocas da vida em que o rock tocava em todas as rádios. Estudantes e apaixonados pelo rock autoral também estiveram presentes para curtir o som que estão criando atualmente, aliado ao bom e velho rock’n roll.

Nos dois dias de evento a música foi ininterrupta, os palcos A e B se revezavam para apresentar as bandas que estavam na programação. As bandas Marginália, Zoombeatles, The Doors – The World on Fire, Compasso Lunnar, Ummagumma – The Brazilian Pink Floyd e It’s Only a Rolling Stones tocaram no Palco A, enquanto DJ Fornox, Grilo à Paisana, Stay Clean, A Vapor e Sissibonaflá se apresentaram no Palco B.

A banda Marginália contou com a participação mais que especial de Ian Ramil, músico porto-alegrense vencedor do Grammy Latino 2016 com o melhor álbum de rock em português – o Derivacivilização. Juntos eles tocaram duas músicas que já estavam na boca do povo, uma delas sobre o Artigo 5 da Constituição Federal, criado pelo próprio Ian e agregada ao repertório da Marginália.

A atração mais esperada certamente foi o Ummagumma – The Brazilian Pink Floyd, que apresentaria com Lorelei McBroom, mas infelizmente ela não pôde comparecer por motivos de saúde. Independente da presença da ex-backing vocal do Pink Floyd, o Ummagumma deu um show em homenagem aos 40 anos do álbum Animals e o clássico Dark Side of The Moon.

Veja mais abaixo algumas fotos capturadas pelo Canal UltraNativo nos dois dias do Ummagumma Classic Rock Festival.

Histórias do Ummagumma Classic Rock Festival

Enquanto o Canal UltraNativo capturava os momentos dos dois dias o festival, tivemos a oportunidade de conversar com várias pessoas que compareceram no encontro, e reservamos este espaço para contar estas histórias.

 

Luiz Henrique, de São João Del Rei, se aventurou junto de um amigo e resolveu de última que iria participar do Festival. Os amigos pegaram carona, ônibus e se viraram para chegar na cidade, e ficaram na área de camping disponibilizada pelo Ummagumma Classic Rock. Luís Henrique contou que encontrou o pessoal da Banda Grilo à Paisana no acampamento, que são gente muito boa e não houve problemas no acampamento. Ainda completa que se tivesse trazido chuteiras até jogava uma partida com o pessoal no campo que havia no acampamento.

Ele veio com os amigos para assistir o Ummagumma, aproveitou a amplitude do evento para conhecer bandas autorais e covers que tocaram no evento, e adorou. Quando indagado sobre a importância do evento, o jovem afirma que se o evento fomenta a cultura de uma forma geral assim, como esse, dá acesso para que as pessoas conheçam novas músicas, é válido e é por isso que deve existir.

Luiz Henrique e seu parceiro de viagem

No segundo palco, o casal de que veio diretamente Varginha, Birma e Felipe curtiam Grilo à Paisana, quando deram uma pausa para foto. Os jovens disseram que o Festival estava muito bacana, a música incrível e as fotos do nosso Canal UltraNativo muito boas, agradecemos e completamos – isso só é possível quando se tem um visual assim!

Birma e Felipe aproveitando do show do Grilo à Paisana no Palco B

Alfredo veio de Bragança Paulista com uma turma de 10 pessoas para prestigiar os dois dias do evento. Eles ficaram hospedados em hotéis na cidade e vieram passa assistir especialmente o ZoomBeatles e o Ummagumma. Alfredo disse ao Canal que esse festival representa o rock na essência. Além de reunir a galera que gosta do som, também une para prestigiar boas bandas que sabem fazer rock in roll. O cervejeiro afirma que as pessoas se encontram para isso, desde sempre existe esse movimento, essa união, isso não pode deixar de existir e merece respeito quem mantém festivais como esse, pois isso “dá sentido à vida”.

Alfredo curtindo o show da banda ZoomBeatles

Luís Fernando Rabelo, participou do festival especialmente para prestigiar a banda cover dos The Beatles, a ZoomBeatles. Apaixonado pelo som desde a adolescência, o fazendeiro trouxe consigo a esposa Ana Cristina Drummond Resende, coordenadora da Escola Estadual Monsenhor Batista da Silveira, de Três Pontas, e o filho mais novo Rafael. A família virou a madrugada de sábado para domingo curtindo o rock e o frio não foi problema. Outro casal que também se deliciou com muita música boa foi Sandra e Gabriel, vindos de Cambuquira, eles também estavam presentes no segundo dia do evento prestigiando as bandas de abertura e ansiosos para o grande Ummagumma começar.

Luís Fernando e Ana Cristina curtindo o festival com seu filho Rafael

Chicão, vindo de Florianópolis, finalmente viu um show do Ummagumma ao vivo, ele só conhecia a banda por vídeos no youtube e facebook. Participou dos dois dias do começo ao fim, e afirma ter sido melhor do que imaginava. Chicão, ficou na casa de amigos da época da faculdade e teve tempo de conhecer um pouco de Três Pontas e fazer novos amigos.

Mais um casal estava juntinho curtindo os shows, Bárbara e Matheus, vieram de Lavras para os dois dias do evento, junto com eles, outros amigos também com mesmo destino, hospedados em diferentes lugares, casa de amigos e hotéis da cidade e hospedagem solidária, vieram para prestigiar e movimentar também a cidade.

Bárbara e Mateus vieram de Lavras para curtir o evento

A trespontana Marilda, amante da música desde muito tempo, escolheu um bom lugar para assistir as bandas se apresentarem nos dois palcos. Marilda disse que ama rock-in-roll e que estava se sentido muito feliz e viva, e que a música faz isso com as pessoas. Ainda completou que esses eventos em Três Pontas são sempre bem-vindos pelo pessoal daqui e isso a deixa muito feliz.

Marilda, trespontana amante da boa música

Veja as fotos capturadas no Ummagumma Classic Rock Festival

 

Comentários

Comentários

Um comentário em “Ummagumma Classic Rock: o festival que uniu trespontanos, visitantes e histórias em dois dias de rock

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: