#NãoEsqueçaMariana – A Maior Tragédia Ambiental do Brasil Não Pode Ser Esquecida

Existe um robô chamado Googlebot que fica escaneando a web. Todo o conteúdo produzido na internet pode ser indexado desde que não seja barrado. Este robô segue links para chegar aos diversos sites espalhados na web. Quanto mais links existirem apontando para o site, maior a relevância dele na web. No dia 21 de dezembro, uma comunidade no Facebook intitulada: “Não Esqueça Mariana”, postou um vídeo com a atriz Mariana Ximenes chamando a atenção das pessoas para que não se esqueçam do desastre de Mariana (MG), ocorrido no começo de novembro.

No vídeo a atriz com o mesmo nome da cidade, faz referência à falta de conteúdo instantâneo sobre a tragédia, pedindo que não se esqueçam do desastre. Uma das primeiras coisas que o Google faz quando é digitado algo no campo de busca é sugerir palavras-chave, baseado no que foi digitado em outras ocasiões, mas pelo que parece, quando a busca é sobre Mariana, é preciso mais para encontrar fotos e fatos do maior desastre ambiental da história do Brasil.

A morte do Rio Doce, vem sendo assunto nas redes sociais e em qualquer roda de amizade, passando diretamenteNão Esqueça Mariana para a vida do cidadão que não quer esquecer o fato de que a fauna e flora foram destruídas. O desastre ambiental de proporções ainda desconhecidas, gerou a Tag #NãoEsqueçaMariana, que viralizou na internet desde o ultimo dia 21 e seu intuito é exatamente o de não deixar que caia no esquecimento o desastre provocado pela mineradora Samarco. Os distritos de Bento Rodrigues e Paracatu de Baixo foram dizimados. O Rio Doce, que banha Minas Gerais e Espírito Santo, foi considerado morto pelos especialistas. Moradores perderam casas. Pescadores perderam empregos. E todo um ecossistema perdeu a vida.

Apesar do rompimento das barragens terem ficado conhecidos como “Tragédia de Mariana”, a cidade de Mariana mesmo não foi atingida. Na verdade, seis de suas localidades, além de Bento Rodrigues, é que foram afetadas diretamente. Indiretamente, há muitas outras cidades sendo atingidas por esse desastre ambiental de proporções ainda desconhecidas, com a tragédia provocada pelo rompimento das barragens de Santarém e Fundão, em Bento Rodrigues, milhares de pessoas se mobilizaram nas redes sociais em prol das famílias desabrigadas e também as que ficaram sem o abastecimento de água ao longo do curso do Rio Doce, mas, mais que todo esse sentimento de fraternidade, existe também o da justiça.

‪Nota:
#‎NãoEsqueçaMariana
 e Bento Rodrigues, Águas Claras, Ponte do Gama, Paracatu, Paracatu de Baixo, Pedras, Barra Longa, Rio Doce, Governador Valadares, Santa Cruz do Escalvado, Regência, Linhares, Baixo Gandu, Colatina. E Campinas, Gesteira, o rio Gualaxo. E Itueta, Resplendor, Aimorés, Cachoeira Escura, Belo Oriente. E o mar.

Veja o vídeo da campanha:

Não esqueça Mariana.Existe outra Mariana que merece ser vista e lembrada. #nãoesqueçamarianaBaixe o aplicativo e mantenha-se informado: http://riodoce.help/mariana. Não esquecer Mariana também é lutar por ela.* Clique em HD para melhor visualização.

Posted by Não Esqueça Mariana on Segunda, 21 de dezembro de 2015

Comentários

Comentários

%d blogueiros gostam disto: