Aedes Poesipti – Uma mosca que pousa na sopa e transmite coisas do coração…

Chega de navio no Brasil uma nova espécie de mosquito, a mais resistente de toda a história do planeta, o mosquito carrega com ele o poderoso vírus da poesia, que alarma as autoridades de toda América Latina, se tornando cada vez mais perigoso. Em cada país ele transmite um novo tipo de vírus, na Argentina, o avassalador vírus “Juan Helman“, no Chile “Pablo Neruda“, no Uruguai a temida espécie “Eduardo Galeano“, na Jamaica o vírus “Bob Marley” faz as vítimas poetizarem, cantarem e dançarem, na Colômbia vivem contando histórias as vítimas do vírus “Gabriel Garcia Marquez“, e no México faz a vítima poetizar e gargalhar, o vírus “Roberto Gomes Bolaños” também conhecido como vírus “Chavo“.

O vírus da poesia é injetado na veia e em poucos segundos atinge o coração. Com as dimensões continentais do Brasil surgiram novas e poderosas espécies de vírus, no sul do país o terrível “Mario Quintana“, nas Minas Gerais o alucinante “Carlos Drummond de Andrade“, no Ceará “Patativa do Assaré“. Sorrateiros,os mosquitos transmitem o vírus para as mulheres grávidas, e os bebês já nascem poetas. Os muros das cidades estão totalmente lotados de poesia, e os livros, pela quantidade absurda de títulos que são lançados todos os dias, são vendidos a preços populares. Quem já era poeta, antes chamado de vagabundo e de louco, agora é consultado, e todos querem saber como é ser poeta, afinal, não se sabe quem vai ser a próxima vitima. Ao serem procurados,os antigos poetas alertam:Não tem cura!

Na Bahia o tipo de vírus mais assustador até agora, foi batizado como o Vírus Rei, ou Vírus do Maluco Beleza, transmitido por uma mosca que insiste em pousar nas sopas, dizem que numa noite dessas em Salvador, um casal que tinha acabado de contrair o perigoso vírus, acordou sorrindo as quatro e meia da manhã, e com as caras lindas de dormir, olhando um para o outro, em alto e bom som, recitaram uma poesia cantada que provocou arrepios em toda a vizinhança:

“Somos a resposta exata do que a gente perguntou
entregues num abraço que sufoca o próprio amor
cada um de nós é o resultado da união
de duas mãos coladas numa mesma oração
coisas do coração…coisas do coração… ♫♫♫”

Comentários

Comentários

%d blogueiros gostam disto: