A revolta popular do pão de queijo…

Em 2093 já não era segredo pra ninguém, os loucos estavam certos o tempo todo, os Illuminatis existiam mesmo e dominavam a Terra há séculos. Uma vez desmascarados, não conseguiam enganar mais ninguém, então ao invés da alienação era hora de usar a força para escravizar as massas.

Grandiosos exércitos calavam e escravizavam o povo por todo o mundo,eles mais uma vez estavam triunfando, e com certeza teriam triunfado se não fosse um erro gravíssimo que cometeram. Ao conquistarem o estado de Minas Gerais, no Brasil, eles proibiram toda a cultura local, proibiram tudo o que achavam ser subversivo pois sabiam da fama de rebelde daquele estado, proibiram festas populares, canções e poesias, e quando não tinham mais nada o que proibir, proibiram até o pão de queijo, e aquele ato foi o começo da derrota dos Illuminatis.

Depois de um dia inteiro sem comer pão de queijo, o povo mineiro estava à flor da pele, e saíram pelas ruas, e juraram vingança, e se uniram, e outros clandestinos de toda a América Latina se juntaram aos clandestinos de Minas, e juntos fizeram a maior revolução popular da história. Rumaram para o norte do mundo e passaram por cima de todos os poderosos do mundo, derrotando os Illuminatis devolveram o planeta aos seus donos de fato, os trabalhadores.

Por dois dias, em homenagem aos guerreiros de sotaque inconfundível, a Terra passou a se chamar Minas Gerais, mas eles, os heróis, em sua maioria operários e trabalhadores rurais recusaram tamanha homenagem, por isso a Terra voltou a se chamar Terra, e eles voltaram para a sua querida Minas Gerais. Nos dias que se seguiram, de todos os cantos do mundo vinham repórteres em busca de entrevistas com aqueles heróis, e quando perguntados sobre a revolução, alguns dos mais importantes revolucionários simplesmente diziam: Uai, sei de nada não, sô!

E depois ofereciam pão de queijo quentinho, nunca houve quem recusasse…

Edimar Rodolfo

Comentários

Comentários

%d blogueiros gostam disto: